Start presentation

Slide 1: Editores de texto

Nesta lição serão estudados dois editores de textos, ficando a critério do usuário optar por qual utilizar. Existem vários tipos de editores, mas a compreensão destes já é o suficiente. O primeiro a ser apresentado será o vi, o editor de textos mais utilizado pelos usuários GNU/Linux. O outro é o GNU nano (clone livre do conhecido pico), simples e com ótimos recursos.

vi

O editor de textos vi é um dos mais conhecido pelos programadores e administradores de sistemas GNU/Linux. A versão mais popular e conhecida é o vim (Vi iMproved, ou vi melhorado). Iremos ensinar o vim, mas podemos simplesmente chamá-lo de vim. O seu uso se dá dentro do ambiente texto, podendo ser aberto dentro de um terminal virtual no ambiente gráfico.

Sintaxe:
vi arquivo/diretório

Quando o vi é aplicado sobre um diretório, ele perde a sua função de editor de textos e passa a listar o conteúdo do mesmo. A aplicação no diretório serve para fazer o caminhamento pela árvore diretório, servindo até para abrir o arquivo. Mais à frente serão apresentadas as funções do vi sobre diretório.

O editor pode abrir um arquivo existente ou pode criar um no momento da chamada pela linha de comando. Exemplo:
#vi teste

Caso dentro do diretório local exista o arquivo teste, ele será aberto, senão, ele será gerado dentro do diretório.

O editor pode trabalhar em dois modos de trabalho: o modo de edição e o modo de comando.

O modo de edição utiliza o teclado para a adição de textos, não trabalhando com funções de textos.

O modo de comando utiliza o teclado para receber funções do editor, não trabalhando com a adição de textos.

A tecla ESC é utilizada para alterar para o modo de comando e a tecla insert volta para o modo de edição.

Modo de Edição

Esse modo permite trabalhar com o teclado normalmente, ou seja, o que for digitado será acrescido ao conteúdo do arquivo.

Tabela de opções do modo de edição do editor vi

Tecla Funcao
a Abre em modo de inserção
i Abre em modo de inserção
o Abre em uma linha abaixo do cursor
insert Abre em modo de inserção, se teclado duas vezes abre em modo de substituição
As opções apresentadas na tabela acima permite que o usuário possa digitar normalmente dentro da área de texto.

Modo de Comando

Dentro do modo de comando o teclado estará habilitado a trabalhar em função do editor, ou seja, passar comandos para o mesmo. Nesse modo é possível fazer várias tarefas com o editor, tais como:

  • Busca;
  • Movimento;
  • Apagar;
  • copiar;
  • colar;
  • Salvar o texto;
  • Sair do editor.

Busca

Tabela de opções de busca para o vi

Tecla Funcao
/busca Procura dentro do texto a palavra busca
n Procura a próxima entrada de busca
N Procura a entrada anterior a busca
Movimento

Tabela de opções de movimento para o vi

Tecla Funcao
h, j, k, l Move por caractere: esquerda, baixo, cima e direita
W,w,B,b Move por palavra: Para frente, para trás
E,e Vai para o fim da palavra
Setas Movimenta por linha e por caractere
+ Movimenta por linha: move o cursor para a linha superior
- Move o cursor para a linha inferior
H Move para a primeira linha da tela atual
M Move para a linha do meio da tela atual
L Move para a última linha da tela atual
PageUp, PageDown / CTRL+f, CTRL+b Move a tela para frente e para trás
Apagar

Tabela de opções do deletar para o vi

Tecla Funcao
dd Exclui a linha do cursor
ndd Exclui n linhas abaixo do cursor
D Exclui o restante da linha
dw Exclui uma palavra
d/busca Exclui até encontrar a palavra busca
dG Exclui até o final do arquivo
Copiar

Tabela de opções de cópia para o vi

Tecla Funcao
yy Faz a cópia da linha, sem colar na tela
yny Faz a cópia de n linhas, sem colar na tela
Colar

Tabela de opções de cola para o vi

Tecla Funcao
p Insere após o cursor o último texto copiado ou deletado
NOTA: o mouse também tem as funções de copiar e colar,sendo necessário, para isso. Primeiramente selecionar o texto segurando o botão esquerdo do mouse, copiar clicando com o botão esquerdo e colar com o botão do meio.

Salvar

Tecla Funcao
:w Salva o texto corrente
:wq Salva e sai do arquivo
:w novo_arquivo Salva como novo_arquivo
:w! Salva o arquivo de qualquer maneira
Tabela de opções de salvar para o vi

Sair

Tecla Funcao
:q Fecha o arquivo, desde que não esteja modificado
:wq Salva e sai do arquivo
:q! Faz uma saída forçada, sem gravar as alterações
Tabela de opções de sair para o vi

Os quadros acima apresentam as principais funções e utilidades para o vi. Maiores detalhes poderão ser verificados no manual do editor: man vi.

Comandos a serem utilizados com o vi nos diretórios

Tecla Funcao
i Lista os detalhes de arquivos e diretórios
o Abre outra janela, dentro da existente, para backup
:q Sai da janela corrente
u,r Altera a ordem de apresentação do conteúdo
Ctrl+w w Altera entre as janelas abertas
NOTA: as outras funções para arquivos também são válidas para o uso com diretórios.

GNU nano

O editor nano é um clone do editor pico. O pico nasceu do PINE , um programa de correio eletrônico desenvolvido pela Universidade de Washington. Por causa das licenças aplicadas ao pico/pine, o projeto GNU se mobilizou e criou uma alternativa livre.

O nano também possui ferramentas avançadas como formatação e busca por exemplo. Todas as funções de trabalho do nano são feitas com as sequências de comandos “ctrl+ letra”. Por exemplo “^X” (ctrl+x) é utilizado para sair do editor. Portanto, todas as opções listadas serão apresentadas com um “^” antes da letra e do que essa opção representa.

Sintaxe:

nano [arquivo]

Quando o nano é executado sem nenhum parâmetro de arquivo é aberto um editor para a criação de um novo arquivo. Esse novo arquivo receberá um nome assim que for salvo.

Se o comando nano for aplicado a um arquivo existente, este será aberto para edição. Caso o arquivo não exista, um novo arquivo, com o dado nome será criado e aberto para edição.

Movimentação

Opção Função
^C Cur Pos - informa a posição e linha atual do cursor, apresentando também o total de linhas.
^F move o cursor para o próximo caractere
^B move para o caractere anterior
^P move para a linha imediatamente superior
^N move para a linha imediatamente inferior
^E move para o final na linha em que se encontra
^A move para o início da linha em que se encontra
^V move para a tela seguinte (abaixo)
^Y move para a tela anterior (acima)
^X Sai do arquivo caso não tenha ocorrido modificações
Desfazer uma ação

Opção Função
^U volta a inserir as linhas anteriormente apagadas
^C cancela a operação
Inserir um texto

Opção Função
^R Permite a adição do conteúdo de um arquivo existente ao arquivo que está sendo editado
^C Cancela o ^R
^T Abre uma lista da árvore de diretórios
Busca e substituição

Opção Função
^W Solicita uma palavra a ser procurada, e quando encontrada, permite fazer a sua substituição
Apagar

Opção Função
^D Deleta o caractere
^K Apaga toda a linha do cursor
Salvar

Opção Função
^X Salva o arquivo caso tenha ocorrido uma modificação

Slide 2: Finalizando

Topic revision: r8 - 19 Oct 2016, MarceloAkiraInuzuka
This site is powered by FoswikiCopyright © by the contributing authors. All material on this collaboration platform is the property of the contributing authors.
Ideas, requests, problems regarding Foswiki? Send feedback